Autor: Assessoria

“Não é não, também no São João”: Belém adere à campanha contra a importunação sexual e pela dignidade das mulheres

A Prefeitura de Belém aderiu à campanha “Não é não, também no São João”, promovida pela Rede Estadual de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav), durante os festejos juninos deste ano na Paraíba. A campanha tem como objetivo orientar à sociedade sobre as implicações da Lei de Importunação Sexual (Lei Federal […]

31/05/2019 10h46 Atualizado há 2 anos atrás

A Prefeitura de Belém aderiu à campanha “Não é não, também no São João”, promovida pela Rede Estadual de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav), durante os festejos juninos deste ano na Paraíba. A campanha tem como objetivo orientar à sociedade sobre as implicações da Lei de Importunação Sexual (Lei Federal 13.718/18) e os mecanismos de prevenção e denúncia de crimes contra a dignidade feminina.

O crime de importunação sexual, definido pela Lei n. 13.718/18, é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual, com o objetivo de “satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. O caso mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transporte coletivo, mas também enquadra ações como beijos forçados e passar a mão no corpo alheio sem permissão. O infrator pode ser punido com prisão de um a cinco anos.

A prefeita Renata participou da apresentação da campanha durante o lançamento dos Festejos Juninos da Paraíba, ocorrido ontem (30), na sede da PBTur, em João Pessoa. O evento também contou com a presença dos representantes do Ministério Público da Paraíba Valberto Lira, Rosane Araújo, Caroline Franco e Ismania Nóbrega, do Núcleo de Gênero do MPPB; de Maísa Araújo e Renata Matias, da Coordenação das Delegacias Especializadas da Mulher (Deams); e Fátima Diniz, da Defensoria Pública do Estado da Paraíba.

A secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, disse que o trabalho em rede para divulgação da campanha contra a importunação sexual será constante e integra as ações da Reamcav, coordenada pela Semdh. “Estamos vivendo momentos de retrocessos, mas a mobilização de várias entidades para o enfrentamento da violência contra mulheres é contínua. Neste São João, estamos sensibilizando prefeitos e prefeitas para aderirem à campanha e divulgarem nos municípios que a importunação sexual viola a dignidade humana”, disse.

Parcerias

De acordo com a organização da ação, todas as parcerias são bem-vindas e o engajamento dos municípios, principalmente os que têm tradição de festejar as festas juninas, como o São Pedro de Belém, uma das maiores festas do Estado, garantem o maior alcance da mensagem.

O ideal é que toda a sociedade se engaje, multiplicando conhecimento como forma de prevenção e se apropriando dos meios para denúncia de crimes e atendimento às mulheres. Além dos telefones 190 (emergência da Polícia Militar) e 197 (disque denúncia da Polícia Civil), as queixas de importunação sexual podem ser feitas em qualquer delegacia, especialmente, nas Delegacias da Mulher e nas promotorias de Justiça do MPPB. As mulheres vítimas de violência também pode conseguir apoio em outros órgãos como Defensoria Pública e nos centros de referência de atendimento às mulheres nos municípios, como o CREAS.

São Pedro de Belém

Em sua 22ª edição, a abertura cultural do São Pedro de Belém 2019 ocorrerá com o tradicional Festival de Quadrilhas Juninas, nos dias 1, 2 e 3 de julho. Já os shows musicais, nos palcos principal e alternativo, acontecerão nos dias 4, 5 e 6 de Julho.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support